Sobre nós

ABC Equipment & Technology

Luigi Catalano

Luigi, o criador

C.B.C. srl é uma empresa italiana de construções mecânicas que com a marca ABC Equipment & Technology representa uma experiência desde 1994.

Tratamos de desenho, desenvolvimento, produção e comercialização de equipamentos e tecnologias dedicados principalmente à indústria de couro e do calçado.

Nossa atenção é constantemente dirigida ao cliente: a dedicação e a originalidade nos levam a criar soluções eficazes para otimizar o processo de produção.

Por mais de dez anos, a presença dos produtos ABC Equipment & Technology se consolidou nos mercados nacionais e internacionais, graças à nossa participação todo os anos em eventos e feiras no mundo inteiro, como SMAC e SIMAC Tanning Tech na Itália e IILF e AFMEC na Índia .

Nos confrontar e trocarmos de idéias com nossos clientes sempre foi a prioridade que nos abriu caminho para experimentar novas soluções e reconhecer a longo prazo o benefício real dos nossos produtos nas empresas. Personalizamos itens simples, como mesas de trabalho e carrinhos para couros/cintos/bolsas, e máquinas complexas, como o armazém automático PERSEO.

ABC Equipment

Os usuários confirmam que as metas que nos propusemos foram realmente alcançadas:

  • Melhorar a segurança
  • Reduzir o tempo de processamento
  • Racionalizar o trabalho e o espaço
  • Garantir a qualidade Made in Italy

O móvel horizontal C06 foi o primeiro equipamento projetado com o objetivo específico de melhorar o manejo de cortantes em departamentos de produção na Itália e no exterior.

Nossa determinação e nosso empenho em querer atender as necessidades até então desconsideradas, nos permitiram criar sistemas inovadores para gerenciar:

  • Moldes nas fábricas de solas
  • Formas nas fábricas de calçados
  • Acessórios e componentes em fábricas de couro

Com a esperança de compartilhar e realizar o futuro juntos com novas idéias e projetos, sempre continuaremos a …

Nunca voltar atrás ou recuar ao que já foi feito, e sim ficar atento ao muitíssimo que há ainda por fazer.
G. B. Mazzoni